domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Trunfo surpresa

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Filho do notável empresário Laudir José “Alemão” Kammer, o ex-vereador Leonardo Kammer (PODEMOS) pode ser a carta na manga do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) para a construção de um projeto próprio e independente.

Pedroca convidou o herdeiro da família Kammer para uma futura conjuntura, na tentativa de alcançar a reeleição. Léo, a propósito, já se apresenta como um pré-candidato à vice-prefeitura, em eventual chapa encabeçada pelo próprio mandatário.

Em entrevista ao programa Na Boca do Povo, ancorado pelo radialista Sílvio Eccel, da Rádio Clube, o ex-parlamentar batistense confirmou o convite e avaliou que o gesto é uma forma de agradecer ao pai pela participação na vitoriosa eleição de 2012.

“Meu pai foi o candidato, era o prefeito que todo mundo votava. Esse convite veio como uma gratidão ao meu pai, por ter colocado o MDB novamente na administração pública. Todo mundo sonhava em ver meu pai na prefeitura, então acho que esse convite é uma forma de reconhecimento pelo que ele fez. Ficamos gratos com esse convite”, revelou Kammer.

INDEPENDÊNCIA

O mandatário batistense garante que tentará a reeleição, embora parte da executiva emedebista defenda uma conjuntura com o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), que também pretende concorrer ao cargo.

A aproximação e a oficialização do convite para a candidatura à vice-prefeitura pode indicar a escolha por um caminho independente do ex-prefeito. A confirmar.

Rusgas

Postado em 22 de novembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo

Os novos alagamentos provocados pelas chuvas dos últimos dias provocaram, além de incontáveis problemas para os moradores de São João Batista, a queda da secretária de Assistência Social, Naldir da Silva Alexandre.

A agora ex-servidora enviou uma carta à prefeitura, na manhã desta segunda-feira (20), anunciando o pedido de exoneração. No documento, justifica que a decisão foi tomada por “razões pessoais”, mas sem detalhá-las.

Nos bastidores, há quem diga que havia um desgaste entre a secretária e o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB). Um novo desentendimento teria ocorrido, após os últimos temporais, e provocado a saída. Pois então?!

Hora do adeus

Postado em 28 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O vice-prefeito Moacir Dalla Brida, de Nova Trento, deixou as fileiras do Partido Liberal nesta segunda-feira (28). O adjunto neotrentino endereçou um ofício ao presidente estadual da legenda e governador do Estado, Jorginho Mello

Com exclusividade, o Blog teve acesso ao documento. Dalla Brida inicia o texto relembrando sua chegada ao “pequeno grupo”, na época, ainda PR. “Militei até os dias atuais, ganhando e perdendo eleições, mas sempre fiel ao partido, às causas e aos ideais republicanos que regem nosso estatuto”, escreveu. 

O neotrentino segue a carta citando os trabalhos prestados ao chefe do Executivo catarinense, quando disputou o Senado, em 2018, e o Governo do Estado, em 2022. “Sinto orgulho de viver esse momento e poder dizer que tenho um governador do meu partido”, afirma. 

Sublinha, ainda, a construção da chapa com o MDB de Tiago Dalsasso, vitoriosa nas eleições municipais de 2020. “Sinto-me com dever cumprido. Honrei meu partido e meu padrinho político, o governador Jorginho Mello”, explica, em relato com traços de emoção. 

Na quinta e última estrofe, Dalla Brida anuncia a despedida do PL. Pondera que esta é uma “decisão que jamais gostaria de tomar”, mas que a toma de “consciência tranquila”. Diz, inclusive, que os movimentos da comissão provisória que assumiu a legenda em Nova Trento pesaram para o adeus. 

“Sou vice-prefeito e a Comissão Provisória que assumiu o partido tem me excluído das reuniões, dos movimentos e tem lançado por conta um candidato a prefeito. Isso me entristece muito, pois sempre penso que o diálogo deve permanecer”, lamenta. 

Futuro

Na mesma carta, Moacir Dalla Brida garante que seu futuro ainda é incerto. “Não sei meu destino político no ano que vem. Desejo sucesso aos que permanecem no PL e torço para que saibam honrar com trabalho o que durante anos conquistamos”, finaliza. 

O Blog apurou que existem conversas, ainda em fases iniciais, com o PSD. A legenda já possui certa aproximação com o governo, o que, em tese, facilitaria o entrosamento. Entretanto, por ora, o adjunto neotrentino deverá continuar sem partido.

Protestos e vacinas

Postado em 17 de março de 2021
  •  
  •  
  • 9
  •  
  •  

A compreensão terminou. Neste momento, prefeito que decidir fechar o comércio e as escolas para manter a saúde dos munícipes corre o risco de cair em desgraça popular. A situação ficou evidente, ontem, com protesto pacífico proposto por dois colégios particulares de Tijucas e outras duas manifestações programadas para hoje. O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) assimilou as críticas, recuou, e, à noite, revogou o decreto estabelecido por 22 prefeituras da Grande Florianópolis sobre o lockdown na região.

No Vale do Rio Tijucas, o prefeito de São João Batista, Pedro Alfredo Ramos (MDB), foi o primeiro a suspender as medidas restritivas no município. Logo em seguida, Valmor Pedro Kammers (PSL), de Major Gercino, Tiago Dalsasso (MDB), de Nova Trento, e Diogo Francisco Alves Maciel (PSL), de Canelinha, tomaram a mesma decisão.

VACINAS

O governo de Tijucas recebeu outra enxurrada de queixas. Mas, desta vez, sobre a quantidade de vacinas contra a Covid-19 encomendadas em carta de intenções à TMT Globalpharm LTD. No primeiro momento, a prefeitura pedia 3 mil doses — muito menos que as solicitações de municípios com população menor, como Major Gercino e Canelinha.

A situação foi explicada pelo secretário municipal de Saúde, Vilson José Porcíncula, que, em conversa privada com um munícipe, admitiu um “erro” na redação da carta e assegurou que, na verdade, o pedido seria de 30 mil doses. Hoje, portanto, uma nova solicitação foi enviada à Globalpharm com os números corrigidos.

Compra direta

Postado em 9 de março de 2021
  •  
  •  
  • 23
  •  
  •  

Com versões em português e inglês, a administração municipal de Porto Belo enviou correspondência à TMT Globalpharm Ltd., na Bulgária, solicitando proposta comercial para aquisição de 20 mil doses da vacina Sputnik V, produzida pelo Instituto Gamaleya, na Rússia. Na carta, com firma do prefeito Emerson Stein (MDB) reconhecida em cartório, o município reforça que tem “enorme urgência” e atesta que “as vacinas serão adquiridas para exclusiva imunização da população contra a Covid-19, e não para fins de revenda”.

Enquanto aguarda a resposta, Stein, que recentemente assumiu a presidência da Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí), reproduziu o modelo e apresentou protocolo de intenções para a vacinação total nos municípios que compõem a regional.

Sob pressão

Postado em 10 de fevereiro de 2021
  •  
  •  
  • 39
  •  
  •  

O ingresso do farmacêutico Maxiliano de Oliveira (PP), de Nova Trento, na direção geral do Hospital Infantil Joana de Gusmão, antes comemorada na região, criou um grande desconforto no governo de Carlos Moisés da Silva (PSL). O corpo clínico do HIJG divulgou nota de repúdio, sexta-feira (5), criticando severamente a nomeação. Na “carta aberta à sociedade catarinense”, médicos e servidores da instituição manifestaram “indignação” com o governo e com a Secretaria de Estado da Saúde. Eles tratam a indicação do neotrentino para o cargo como sendo “de caráter estritamente político” e reivindicam o retorno do médico Roberto Tobaldini para a função.

Max, como é conhecido, concorreu à prefeitura de Nova Trento em 2020, mas perdeu a disputa para Tiago Dalsasso (MDB). Ex-vereador e ex-secretário de Saúde do município, ele estava, desde o início do ano, na chefia de gabinete do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), em São João Batista. Especula-se, nos bastidores da política estadual, que sua nomeação esteja relacionada à recente aproximação entre Moisés e o PP.

Dito e feito

Postado em 16 de março de 2020
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog se confirmou na quinta-feira (12). O vereador Antônio Carlos Machado Junior, de Canelinha, enviou carta ao presidente municipal do MDB, Renilson Trindade, requerendo a desfiliação do partido. Ele alega que não se sente mais alinhado com o pensamento e o direcionamento do Manda Brasa canelinhense. “A política deve ser dinâmica e inclusiva, com debates, diálogos e a participação da comunidade”, pontua.

Machado Junior deve se filiar ao PSL nos próximos momentos. O vereador tem acordo prévio com o advogado Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) para a formação de uma chapa na concorrência majoritária da Cidade das Cerâmicas.

Ideologia à parte

Postado em 18 de fevereiro de 2020
  •  
  •  
  • 35
  •  
  •  

As diferenças ideológicas não foram empecilho para que a deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT), de Bombinhas, fosse convidada a liderar a bancada governista na Assembleia Legislativa. Não para o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), pelo menos. A representação do PDT em Santa Catarina, porém, torceu o nariz e pediu explicações à parlamentar.

Em carta aos correligionários, Paulinha pontuou que não foi eleita “para ser ‘oposição’ ou ‘situação'”, e nem “para ocupar o tempo de tribuna com reclamações”. A deputada revela, ainda, que “neste ano de convívio com o governador, conheceu um homem que, sem nenhum constrangimento, optou também pela sua consciência aos jargões dos preconceitos ideológicos” … “que, em sua humildade, dialoga (com os deputados pedetistas) sem ensejar contrapartidas ou negociações”.

Pronta a aceitar o convite, a ex-prefeita de Bombinhas ponderou que “para ele (o governador) talvez fosse ainda mais difícil, no rol da obviedade da política medíocre que nos faz míopes das grandes verdades da alma, explicar a escolha de uma líder mulher, pedetista, eleitora de Ciro (Gomes (PDT), candidato à presidência da República nas eleições de 2018 e crítico voraz de Jair Bolsonaro (PSL)”. Pois, então?!

Carta de adeus

Postado em 3 de fevereiro de 2020
  •  
  •  
  • 15
  •  
  •  

Favorito para a sucessão de Daniel Netto Cândido (PSD) em São João Batista, o vice-prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos surpreendeu novamente e entregou, nesta tarde, pedido formal de desfiliação do MDB “em caráter irrevogável e irretratável”. O presidente municipal da legenda, Eurli Silva, popular Irmão, já recebeu e rubricou a carta.

À reportagem da Rádio Clube AM, o adjunto batistense garantiu que a decisão foi tomada “pensando no partido, para evitar qualquer tipo de desavença”. As disputas internas no MDB, com o surgimento de outros interessados em representar o MDB na concorrência majoritária deste ano, seriam o motivo principal.

PRÉ-CANDIDATURA

Independente da legenda, Pedroca segue como pré-candidato a prefeito da Capital Catarinense do Calçado nestas eleições. “Ficarei à disposição da cidade. Tenho compromisso com o nosso povo”, pontuou o vice-prefeito, depois de admitir que procuraria um novo partido para concorrer no próximo pleito.

Os representantes do MDB batistense planejam se pronunciar oficialmente sobre o assunto nos próximos dias.

Verde amarelado

Postado em 1 de agosto de 2019
  •  
  •  
  • 121
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os empresários Paulo Sergio “Galinha” PintoEliel Ventura, ambos de Tijucas, comemoram uma façanha. Conseguiram convencer o emedebista Carlos Alberto da Silva, o Carlinhos da Nita ou Periquito Doido — que, agora, já vem se apresentando como Canário Doido —, a entrar para o time dos colas-brancas.

O pedido de desfiliação do MDB — legenda que defende há quase quatro décadas — foi redigido anteontem e encaminhado ao presidente do partido, vereador Fernando Fagundes. Desde então, Silva vem prometendo lealdade ao prefeito Elói Mariano Rocha e, nos próximos momentos, a rubrica na ficha do PSD.